Mais um ano que começou


Agora que já toda a gente falou do regresso ás aulas dos piquenos, só para não se esquecerem que foi a semana passada (ou a outra vá!) cá fica o meu relato desse trágico e triste e enfadonho dia em que os pintos saem do abrigo das nossas asas.
Resume-se ao seguinte.

VIVA A NOSSA SENHORA DOS PAIS À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS
URREI!!!
QUE TODOS OS SANTINHOS GUARDEM EDUCADORES, PROFESSORES E AUXILIARES DOS TERRÍVEIS MONSTROS PÓS FÉRIAS, sério, muito respeito por esta gente que não contente em educar os próprios filhos ainda estudam para cuidar dos filhos dos outros, que fique esclarecido que para mim vocês (para além de não jogarem com o baralho todo) são super corajosos pá!
Eu com uma tem dias que sei lá eu como é que sobrevivo a 4 horas intensas, não faço a mínima como é que vocês fazem isto, merecem sem duvida só pela escolha de profissão 3 degraus gratuitos de acesso aos patamares do paraíso.

Portanto, é uma tristeza sem fim...para as mães neuróticas e os pais com falta de confiança no sistema educativo que escolhem para os seus filhos. 
Mais uma vez lá fomos nós os dois deixar a criatura e mais uma vez a criatura ficou com este ar de chateada e a chorar baba e ranho...só que não, desta vez ela mostrou alguma preocupação sobre a hora de a irmos buscar mas não passou disso:

- Quem vem-me buscar logo?
- Logo é a mamã.
- Está bem.

Assim.
Foi um bocado envergonhada, não parece mas a vergonha está a chegar aquele pequeno cérebro de andorinha mas estou crente que lhe passou rápido.
Como os outros meninos já tinham começado a escola uma semana antes nós preparámos um cesto com os biscoitos típico lá da ilha e ela levou para os colegas. Quando a fui buscar está super contente porque não sobrou nada "nem um mamã, foi muito boa ideia".
Veio o caminho para casa a palrar sobre a colega que estava doente, o menino novo da sala e qualquer coisa sobre os meninos não quererem que ela sentasse o bebé dela na cadeira XPTO da sala nova, sim, este ano houve mudança de sala mas felizmente a educadora é a mesma (é aqui que estes pais rezam novamente a todos os santinhos em agradecimento fervoroso).
De notar que fez questão de levar roupa nova e depois disse que era muito branco e lá foi de meia branca e sapato lilás (Deus ma libre, se envolvesse uma raquete em vez do laço acho que arrumava as malas da maternidade e fugia para parte incerta)

Mais uma vez, todos juntos:

QUE TODOS OS SANTINHOS GUARDEM EDUCADORES, PROFESSORES E AUXILIARES DOS TERRÍVEIS MONSTROS PÓS FÉRIAS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo