Óbidos mediaval 2013

Mais uma volta mais uma viagem, se há coisa que me enche os sentidos de coisas boas é esta, este ano foi assim...


De vez em quando uma gaja aprende com a vida e desta vez compramos os bilhetes com desconto.



 Logo á entrada como de costume temos os animais...














Ainda vimos uns cães de tamanho pónei, um lobo e uns burritos dos quais eu tive muita pena mas com a quantidade de gente que tinham á volta era impossível arranjar uma boa foto, claro que os meus preferidos foram os burros, sério que adoro os bichos, são tão fofinhans!!
E o que é que uma gaja faz quando vai a um sitio destes?
Come, come e come ainda mais um pedaçinho, este ano foi assim...





 Tenho a dizer que estava bom, como sempre, e não sei o que é que tinha a sangria que foi uma tolada que precisamos de ir dar uma volta á vila para desmoer a comida e acalmar o fígado.


Não era eu menina de sair dali sem uma destas pois está claro, e posso garantir que depois de secas, uma gaja passa um bocadinho de lata e aguenta pelo menos um ano e ficam super giras a fazer decoração, o objectivo é trazer uma todos os anos, são tão lindas e este ano tinham alfazema.



Depois da volta, de volta ao mercado desta vez para a sobremesa, a de sempre, fico sempre um monte de tempo na fila a olhar para a lista e escolho, escolho e acabo sempre por comer o mesmo.



Ora sai um Agreste sem canela, um Albaluna e o Abade de sempre.




Nunca consigo chegar ao fim porque não enormes.



Ainda compramos uns queimadores de óleo que depois mostro quando estiver no sítio.
E pronto, depois viemos a rolar vila a baixo e a arrastarmos-nos vila a cima até ao carro.
Para o ano há mais se tudo correr bem.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo