Embrace your boobs

Meninas, esta é só para vocês (a ver se alguém percebe a minha dor)

Eu tenho umas mamas consideráveis, tipo 34 copa C.

Sim minhas pudicas, MAMAS, é o termo certo afinal, ninguém diz que vai dar de seiar á criança ou que vai fazer uma peitografia pois não, MAMAS!

Ter um 34C quer dizer:
-Que me vejo bem lixada para comprar coisas para elas que me sirvam como deve de ser.
-São visíveis ao longe.
-Não consigo ver o umbigo quando ando vestida.
-Eventualmente tenho de as esconder de olhos alheios diariamente por que trabalho num mundo de homens e quando não são os do trabalho são os outro a pôr os olhinhos no que é Dele.
-Sinto-me frustrada quando tenho de comprar camisas porque os M's ficam apertados e os L's não ficam cintados.
-Tenho de dormir com duas almofadas, uma na cabeça e outra por baixo delas, isto porque dormo de barriga para baixo e não dá jeito sem a dita almofada.
-Odeio quando entro num sitio ou comprimento uma pessoa e vejo nitidamente os olhos a baixarem da minha cara para as minhas mamas, tipo, são minhas tá!!

Entretanto algures no tempo ponho-me a pensar, são minhas, são grandes, e são boas...mas um dia vão deixar de ser, um dia vêm os filhos e a gravidade e vão ficar a olhar para o umbigo..
Para além disso as mulheres da milha família sofrem de problemas mamários, uma das minhas tia morreu de cancro da mama, a outra já teve por duas vezes, a minha mãe tirou o ano passado uns quistos e euzinha tenho um em cada mama. Com isto e tendo em conta que já se provou que o cancro pode ser mesmo hereditário minha gente, tenho aqui no meu cérebro de mosca uma parte que diz "you have a problem", sei lá eu se um dia não tenho de me fazer de Angelina e tirar as boobs fora!!
Isto fez-me pensar um bocadinho mais fundo na questão e cheguei à conclusão que não estou satisfeita com o o-que-vai-ser-será e em fazer ecos de meio em meio ano, elas estão aqui, são minhas, redondinhas, empinadas e fofas, por isso, hoje não fiquei com medos que as vissem, vesti um top normal (como alguns podem ter visto por ai) e basicamente estive-me a cagar para quem viu ou deixou de ver e pretendo continuar assim até ao final do verão e depois logo se vê.


Óbvio que não me vi livre dos olhares.
Óbvio que não deixei que me sentir inibida.
Então pensei cá para mim e que vocês me leiam, não era bom que não fosse só eu?
E que tal criar o movimento EMBRACE YOUR BOOBS?
Opa eu ia sentir-me tão feliz!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo