O bolo de camomila

A pedido de várias famílias aqui vai a tal receita de bolo de camomila que fiz para o aniversário da minha mãe.
A acrescentar que este foi um dos primeiros bolos que a Cacóta comeu e é um dos preferidos (todos a ignorar as quantidades de manteiga e açucar astronómicas que isto leva, só o faço de vez em quando por causa disso mesmo) e sim, é camomila camomila.
A receita é desta revista da Bimby mas facilmente se faz com uma batedeira, já o fiz e fica igualinho.


Vou-vos passar a receita tal qual está escrita e vocês adaptem como quiserem, no fundo foi isso que eu fiz para este bolo de aniversário:

Ingredientes:
3 c.sopa de flores de camomila
150 gr de farinha de trigo tipo 55, mais q.b. para polvilhar
1 c. chá de fermento para bolos
1/2 c. chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
100 gr de manteiga á temperatura ambiente cortada em pedaços (esta parte devem cumprir), mais q.b.para untar.
150 gr de açúcar
120gr de leite
1 ovo
Açúcar em pó q.b.para polvilhar.

Preparação

  • Pré-aqueça o forno a 180º. Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma tipo bolo inglês (20x10cm aprox.)
  • Coloque no copo a camomila e pulverize 15 seg/vel.9.
  • Adicione a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal e misture 10 seg/vel.5. 
  • Retire e reserve.
  • Insira a borboleta. Coloque no copa a manteiga e o açúcar e bata 1 min/vel 3.
  • Adicione o leite e o ovo e misture 10 seg/vel 3.
  • Adicione a mistura de farinha reservada e envolva 10 seg/vel 3. Deite na forma e leve ao forno a 180ºC cerca de 35 minutos. Desenforme e deixe arrefecer. Sirva polvilhado com açúcar em pó.

É isto.
Neste caso eu utilizei uma forma redonda e fiz o dobro da receita.


Por dentro coloquei manga aos cubinhos regada com uma redução de maracujá e cardamomo.
A redução fiz a olho mas basicamente é o maracujá fervido com açúcar q.b., quanto mais açúcar menos se espera pelo ponto, quanto menos açúcar menos doce fica, é questão de verem como gostam mais, eu usei cerca de 5 maracujás grandes e 2 colheres de açúcar amarelo. Quando começar a engrossa está bom.
Eu coei a redução para não ficar sem as sementes.


O chocolate da cobertura é Pantagruel derretido no tacho em que fiz a redução SEM O LAVAR.

Vá agora experimentem, transformem ou não e depois mostrem como ficou sim?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo