Happy GB'day my love!

É este cheiro.
És todo este cheiro que sinto na pele, este cheiro doce, quente, melancólico e deprimente com jeito de "já passou".
És tão isto que é um misto de me quereres com o ter-te amado, um misto de estava frio com o esbravejar controlado e contudo é um sentimento uno como se fossemos só um.
É só isto, podia ser só isto em breves momentos eternos só dos dois.
E é só isto que de tanto querer gritar ao mundo fico corada, avermelhada.
É tão teu e é tão nós que não se percebe onde um acaba e o outro começa.
É tão tu e sou tão eu que tanto tão nunca se viu, no entanto somos únicos e imperfeitos, moldados de outros tempos mas mesmo assim, és tão tão que só tão nós faria sentido.
És tão tu que suspeito que a ser assim deste jeito não dava para sobreviver sem mim, em retorno tenho a certeza que morria a cada dia sem te ter a ti.
É tão nós e é tão fácil que mesmo sem palavras conseguimos rir do mesmo.
É tão o agora, tão o bom que de mal se faz, que se o inferno é feito disto eu sou bem capaz de gostar.
É tão sereno este jeito de ser, viver e multiplicar que tenho para mim que existem dias marcados para todo o universo conspirar.
És tão meu que por vezes me irrito por saber bem o que de ti esperar mas depois surgem os dias em que sem dar por nada me fazes trinar.
E se eu soubesse o que sei hoje à uma década a trás seria tudo igual e na mesma porque este nosso caminho foi feito para durar.
É isto, um pega ali e um traz dali, um toca-me que eu fujo, dou a volta e volto atrás e não precisas correr para me conseguires apanhar.
É tão nosso esse sossego esta paz com que ficamos, seriamente cronometrada com aquele apetite.
És tão eu e tão somos nós que não me faz nenhum sentido que não fosse tão assim.

É isto mas não é só porque o só é um fim e eu quero-te para sempre.
Happy GB'day my love!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo