Oceanário


Nestas férias fomos ao Oceanário, a pequena tem um qualquer fascínio por peixes e aquários e afins, desde sempre o pai até lhe ofereceu um peixe mas o desgraçado não curtiu os ares cá de casa e foi viver para o grande mar lá do longe no dia seguinte a ter vindo cá para casa e assim sendo e como íamos passar por Lisboa e íamos pegámos em Pondrinho e lá fomos nós.
Estranhou um bocado o escurinho do aquário mas ao fim de algum tempo estava á vontade e a fazer palhaçadas.



Foi coisa que sempre me cativou, o Oceanário, fui diversas vezes, algumas delas sozinha à procura de inspiração e calma, cada canto traz uma novidade, os peixes em movimento, grandes e pequenos, aquela falta de luz, aquele tom de azul, são de se apreciar, de ir com calma, de sentar e esperar ser surpreendida.
Ela conseguiu, ao seu ritmo apressado, parar um pouco e esperar por um peixe, por outro e mais um ainda, ali coladinha ao vidro.





Suspeito que seja de tanto ouvir falar no sapo nas histórias que lhe conto antes de dormir mas o certo é que gosta de sapos, dos maiores aos mais pequenos, eu confesso que não é o meu animal preferido, principalmente aqueles super gordos e verdes e que parecem que têm sinal nojentinhos de pele mais escuro, mas ela não, ela gosta de os ver.


Fomos também cuscar a exibição temporária, estava como sempre muito bem, tem uma parte onde se pode ouvir o som de vários animais, quando se ouve o som aparece a imagem do animal correspondente, os auscultadores eram maiores que tooda a cabeça dela mas lá lhe coloquei da melhor maneira e ela ficou bastante surpreendida.


Ao longo do percurso existe bancos onde nos podemos sentar e por sobre os tais bancos existem umas pequenas janelas onde a cria descobriu que cabia milimetricamente, acho que foi o poiso onde mais gostou de estar a ver os peixinhos e as lontras a mergulhar.


Saíu de lá super cansada, mesmo, assim que entrou no carro desligou, agarrada à nova mala cor de rosa super piroso, nem deu tempo de lhe perguntar se tinha gostado, mas se lhe perguntarmos se ela gostou de ir ver os peixinhos a resposta é clara e envolve um grande sorriso e um sim.

2 comentários:

  1. Experimentem o concerto para bebés, é maravilhoso!! :)

    ResponderEliminar
  2. Ah, e é sempre preciso marcar com muitos meses de antecedência.

    ResponderEliminar

Carpida á vontade que logo eu vejo