A fada Oriana


Li este livro por obrigação no ciclo (julgo) e sinceramente não fazia a mínima ideia do que se tratava, nem as personagens, nem a moral da história. Ás tantas lembrei-me destes livros que tive de ler e achei boa ideia reler com a pequena. Não me lembrava de nada e fiquei um bocado frustrada com isso, estava convencida que me lembraria sempre de uma qualquer parte de todos os livros que li. Talvez por ter lido obrigada, não sei mas o certo é que ainda bem que voltei a ele.
Tive de me conter MUITO para não ler este livro de uma vez, fui lendo um capitulo por dia o que me deu para interiorizar a mensagem.
Percebi agora ao fim de uns quantos anos o porquê de termos de o ler (não sei se ainda faz parte do plano de leitura). É o egoísmo e narcisismo, é o deixarmos-nos ir na conversa fiada dos outro, o típico emprenhar pelos ouvidos. Diz-nos que deveríamos ter mais consideração pelos outros, não devemos falta com as nossas promessas, devíamos saber pedir desculpas e tentar reparar os erros. Este livro, este pequeno conto está cheio de mensagens sublimes e importantes. Faz-me agora sentido ao final de tantos anos. A bem das verdades alguma coisa deve de me ter ficado.
Óbvio que ela não percebeu nada disto mas adorou os meus "ahhhhh's".
É um bom livro para nos relembrar umas quantas coisas importantes que deveriam estar presentes na educação inicial das nossas crias, para recordar a infância (para as crianças dos 90's pelo menos) e sim para contar a crias de 8 meses.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo