Era uma vez um corpo...e não, isto não é uma história para os pequenos.

Ela têm aquele corpo de capa de revista, bem feito, pernas esguias com músculo à nadadora, cinta fina para a anca larga, sem barriga, 34 D. Ela têm 1,73m 59kg. Ela desfilou lingerie, fez fotos para catálogo. Ela veste S, calças 38 apertadas na cintura. Pele sem marcas, pontos ou rugas, nem de expressão nem de preocupação. Ela tem dois piercings no umbigo só para ser diferente. Ela tinha uns 17 anos quando era perfeita. Ela fui eu, ela sou eu.

Tenho 29 anos.
Fui mãe em Dezembro, têm portanto 7 meses.
A minha gravidez decorreu por 39 semanas e 5 dias.
39 semanas e 5 dias de engorda, rebola, engorda mais um pouco, retenção de líquidos, uma cria, desejos e um sem fim de coisas. 39 semanas para ficar no estado em que estou.
Agora vamos analisar a situação.
Tenho 1,73 cm antes de engravidar pesava cerca de 69 quilos. 
Acabei a minha gestação com os mesmos 1,73 cm e 81kg, 12kg a mais.
Depois de parir, no dia seguinte, pedi para me pesar, tinha 76 kg, 5kg menos, 3.090kg de cria.
Neste momento peso 79 kg, fui mãe à 7 meses, demorei 39 semanas e 5 dias a ficar assim, porque raio é que me continuam a olhar de lado como se não tivesse feito um bom trabalho?
E depois dizem que amamentar ajuda a perder peso. Peff, está bem então. A mim ajudou-me a andar sempre cheia de sede, quem têm sede vai à cozinha e bebe água e na volta traz uma bolacha, uma fatia de bolo e uma peça de fruto. Sim E, porque eu cá como a porcaria mas sinto-me melhor se enganar o cérebro e comer uma uva no fim. E isto é se uma pessoa amamentar (sim já sei que sou a pior mãe do mundo por não o fazer e que não interessa cá se foi por não ter leite ou se foi por não me apetecer ficar com as mamas a bater nos joelhos), esta pessoa amamentou até aos 3 meses, ficou ainda mais um em casa e o cérebro esqueceu de desligar o botão do tenho sede, o mesmo para o da bolacha, fatia de bolo E fruta. De cada vez que lhe dava o biberão comia. Começaram a dizer-me que quando fosse trabalhar não ia ter tempo para comer. Vamos todos aprender uma coisa, Maria Carpideira arranja sempre tempo para comer (porcarias principalmente). De seguida vieram com a conversa de que a cria é pesada e andar com ela ao colo ajuda a ir ao sitio. Pois que não sei para que sitio é que queriam que eu fosse mas uma coisa é certa, não fui para o sitio onde se vai ao sitio. Já sei que de seguida me vão dizer que só depende de mim.
Eis a resposta:
Só depende de mim o caralho, tá!
Ah e tal que ficar de rabo sentado é muito bom. Mas quem é que ao saber que uma pessoa têm em casa uma filha de meio ano acha que essa mesmo pessoa fica de papo para o ar?
O único tempo que tenho para o fazer é quando me deixo treinar para quando morrer e isso são em média umas 6 horas dia, desde à 2 meses e muito menos que isso antes.
E se quiser ir fazer alguma coisa para "só depender de mim" deixo a miúda pendurada no estendal é isso?
O pai dela não é meu escravo e sabe Deus o quão solidário ele foi comigo na época de engorda.
Não, eu não me sinto bem neste corpo com direito a bolsinha lacoste e estrias nas ancas, não, não amo as minhas mamas não a apontar para o umbigo mas mesmo assim o que eu odeio mesmo mas mesmo mesmo, é a conversa das outras mulheres no seu habitual, "eu nessa altura já estava..." arre!
Mas eu perguntei alguma coisa a alguém?
Eu sei bem que o meu sótão parece um closet e que o meu armário é uma tristeza de solidão pegada entre os 5 pares de calças e as 10 t-shirt's que eu acho, ACHO, que me servem mas eu demorei 39 semanas e 5 dias, no mínimo mereço que me dêem o mesmo tempo para voltar ao normal ou não?!?!
Raios!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo