As 32 questões que todas as raparigas queriam fazer as suas mães mas nunca fazem

Sigo a página Elite daily á algum tempo, volta e meia têm umas coisas interessantes e artigos engraçados. Quando vi este achei uma graça e pareceu-me bem traduzir a coisa.
Então cá vamos nós.

1. Tens mesmo orgulho em mim?

Tens apenas os teus quase 4 meses e sim, um orgulho de me encher o peito de tal forma que me apetece choramingar, MUITO, e parece-me que isto não acaba nunca.

2. Fui um erro?

Ora bem fofinha, não, mas também não posso dizer que estivesses no plano imediato, digamos que vieste com pelo menos um ano de avanço e chegaste em boa hora.

3. Eras mesmo virgem quando conheceste o pai?

Peff, pois está bem, claro...que não.

4. Porque é que me dizes para não praguejar quando tu estás sempre praguejar? As pessoas acham grosseiro?

Ainda não sei bem que faça sobre isto, eu digo asneira atrás de asneira, aliás nós dizemos, e pior dizemos para ti, e tu sorris. No fundo não te vamos dizer para saíres a responder palavrões a torto e a direito, mas que os vais aprender vais, de certeza. Sim as pessoas acham mal, principalmente sendo tu menina mas sabes que mais?!
Eu cá estou-me a cagar que as digas ou não, desde que não as uses para ser mal educada!

5. Ainda amas o pai?

Não lhe digas nada mas sim, não desde o primeiro dia mas a continuar assim até ao meu ultimo.

6. Alguma vez consumiste drogas?

Digamos que não vou morrer estúpida, de todo.

7. Ainda pensa em algum homem do teu passado?

Ora pois está claro, é impossível não pensar nas pessoas que fizeram parte da tua vida mas não penso em nenhum com aquela sensação de perda mas sim de aprendizagem, no fundo se eles não tivessem existido antes a minha relação com o teu pai não era tão bem estruturada. Mas não queria nenhum deles de volta.

8. Julgas-me pelas minhas escolhas?

Epá preferia que roesses a girafa em vez de andares sempre com as mãos na boca mas olha o que é que vou eu fazer, é lavar e secar e deixar babar para depois lavar e secar e deixar babar.

9. Saí do jeito que querias?

Nunca consegui imaginar-te fisicamente mas és perfeitinha, fofinha e cheirosa. Na personalidade não me enganaste não, bem sabia o que me esperava mas ainda bem, sais pouco á tua mãezinha sais.

10. É estranho ser adulto agora?

Oh meu Deus obrigado por ainda não ter que responder a esta!

11. Eu fui a ultima vez que tiveste sexo?

Era... e eu vivo em Marte, sozinha.

12. Existe alguma coisa que te arrependas de não ter feito?

Não propriamente porque o que ainda não fiz tenciono ainda fazer, como tal, não há lugar para arrependimentos.

13. O que é que gostarias que fizesse diferente?

Dava-me um certo jeito que usasses as fraldas como deve de ser em vez de me obrigares a lavar a tua roupa poopada á mão mas...esta é para responder mais para a frente.

14. Ter filhos impediu-te de atingires os teus objectivos?

Não, pelo contrario, deu-me força para os atingir.

15. É feliz?

Sim.

16. Tens um preferido?

És só uma para já.

17. Quanto tempo demoraste a perder o peso de grávida?

Quase 4 meses e a contar...

18. Houve alguma vez em que realmente não gostaste de mim?

Acho que isso nem sequer é possível.

19. Querias mesmo uma menina?

Antes de engravidar, talvez, quando descobri que vinhas a caminho, sinceramente, tanto fazia, adoro o que és independentemente do género.

20. Tiveste duvidas em relação ao casamento?

Nunca me quis casar e continuo a não fazer questão nenhuma mas o teu pai têm esse sonho e eu gosto tanto dele que decidi fazer o homem ainda mais feliz, o amor é isso sabes?

21. Qual é aquela coisa que desejavas e podias ter feito mas não fizeste?

Sem contar com ganhar o euromilhões, talvez atirar-me de paraquedes... ainda vou a tempo...se tiver coragem.

22. És uma pessoa real?

Sim.

23. Uma loucura que tenhas feito na faculdade?

Com certeza que as vais ouvir muitas vezes, os teus tios do coração não são bons a guardar segredos, mas acho que não foram propriamente loucuras, talvez contratempos, sou boa a passar vergonhas e muitas delas sozinha.

24. Também fizeste coisas promíscoas na faculdade?

Diz que sim, principalmente aos olhos dos outros...em minha defesa nem sempre foi bem como os outros acham que foi.

25. Quantos compromissos tiveste até chegar onde estás?

Estamos a falar do quê mesmo?.

26. Essa é mesmo a tua cor que cabelo?

Sim.

27. Achas-me inteligente?

Porra se não és inteligente tenho mesmo pena dos burros.

28. Sê honesta, achas mesmo que sou a coisa mais bonita do mundo?

Sério?
Mas não se vê logo que és?

29. O que é que me vais deixar no testamento?

Por agora, só se for a Pipas Maria...e olha que vais muito bem servida!

30. Ainda achas o pai atraente?

Eu sei que é teu pai..mas já olhaste bem para ele?

31. Se tivesses a minha idade, serias minha amiga?

Esta é difícil, eu não me dou bem com gajas mas isso não quer dizer que não sejas boa para amiga, neste momento és uma das minhas melhores amigas.

32. Tens medo de te transformares na tua mãe. Tens medo que me transforme em ti?

Queira eu que um dia sentisses por mim o que eu sinto pela minha mãe.
Não, mas sei que seres como eu nem sempre te vai correr bem, este mau feitio é uma coisa complicada.





É isto, quem é que se atreve a responder?
Vá, não mata ninguém, esclareçam lá os piquenos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo