Não tenho dedos, tenho tubérculos.


Os meus dedos cumpridos e magricelas foram substituídos por isto.
É uma tristeza não ter anéis que se possa usar porque os que cabiam no polegar só cabem agora no mindinho.
É um desconforto tremendo que chega a doer, parece que fui á praia e apanhei um escaldão só nas mãos, a pele repuxa quando as fecho ou abro e a única coisa que me apetece é meter as ditas dentro de uma bacia de agua fria mas com o frio que se faz sentir não é lá coisa muito agradável também.
Os meus pézinhos de Cinderela estão mais para pata de hipopótamo que um pé, não sinto os calcanhares mas tenho a ideia que estão assim ligeiramente quadrados.
Hoje não está a ser um dia lá muito confortável não.
Não devia estar tanto tempo de pé ou na mesma posição, está mais que visto mas como é que se faz tal coisa?
Só me sobra os fins de semana para organizar tudo e tratar da casa e afins, existem coisas que não posso simplesmente delegar ao próximo.
Este fim de semana parece que me estiquei a valer.
Para juntar á festa não preguei olho a noite toda, zerinho mesmo.
Amanhã tenho consulta e acho que não me safo desta e é agora que a negociação acaba mesmo, Maria Carpideira vai para casa e pronto. Começo a perceber que é mesmo o melhor a fazer, sinto-me cansada, acho que estava capaz de dormir uma semana seguida e de seguida viver uma outra na penumbra.
A verdade é que já só me falta umas 3 ou 4 semanas para a pequena cria deixar de ser só minha, acho que até nem me aguentei nada mal mas ao mesmo tento parece que vou morrer na praia, andei este tempo todo a esforçar-me porque a minha consciência laboral exige isso de mim e agora que estava quase a atingir a minha auto-meta de só vir para casa no inicio do mês de Dezembro fico a centímetros de conseguir.
Mas tenho tubérculos em vez de dedos e patas em vez de pés.

1 comentário:

  1. A comparação dos dedos com tubérculos não deixou de causar riso, mas que pena que isso acontece!! Às vezes é obrigação passar um tempão em pé e na mesma posição... vamos fazer o que, né? Pq não água quente, Maria?

    Beijoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderEliminar

Carpida á vontade que logo eu vejo