A Coelhinha mái linda de todos os tempos


Esta pessoa foi ao mercado.
Esta pessoa passou na banca.
Esta pessoa ainda não lá tinha chegado e já ia a dizer:
- Ai opá que fofa, olha só para aquilo mãe, oh que até já imagino a pequena a pegar-lhe pelas orelhas!!!
Foi seguido de uns quantos:
-Oh, deixa lá isso de certeza que te vão oferecer bué bonecada (por falar nisso, agente dispensa tá)
- Aquilo é enorme, vai ser maior que a miúda!
-Deixa lá isso, anda.


E a parva foi.
Foi e deu a volta á feira, e foi lanchar a dizer:
-Devia de ter trazido a coelha, era tão amorosa :(


A caminho para casa desgostosa a pensar na imagem de pequena cria a arrastar dita coelha corredor a fora, corredor que não existe mas pronto...já via a imagem a preto e branco de tão infeliz por saber que não ia ser verdade mas eis que super-pai ao volante da viatura, dá meia volta, para em frente ao local do crime, saca de uma nota e diz:
- Pronto vai lá buscar o raio da coelha antes que me arrependa!
- :D


Claro está que não consegui sair de lá sem trazer a amiga roedora para guardar a chupeta (que por acaso até não tenciono ofertar á pequena) e ainda me ficou no goto o gorro com as orelhas fofinhas.


...é que era tão amorosa!!


Diz ele que devia de ter trazido outra para ela, porque está já é tratada de "a minha coelha" apesar de estar sossegada á espera da pequena ali no berço dela.
Para que conste a roupa dá para trocar e têm serolas.

Para os interessados podem ver o resto dos tesourinhos aqui.
Ah, e existem uns bonecos que são tão mas tão reais que minha mãe, pessoa pouco impressionável, saiu de lá transtornada a dizer que até era um perigo existirem não vá pais mais distraídos os confundirem com os verdadeiros.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo