Férias Vs Culpa

Férias Vs Culpa

Li a noticia e pensei escandalizada como é que é possível, estes jovens estão perdidos, então trabalham um ano inteiro e depois sentem-se mal por tirar férias?
E eis que no meio do meu pensamento, paro o raciocínio, e OHOUH!!!
Olha, aqui estou eu escandalizada com a atitude dos outros quando à uns quantos, pouco dias atrás estava sentada em frente à médica a negociar uma não vinda para casa, que grande lata não é?
Posso com toda a certeza dizer que não tenho problema nenhum com os chefes em ir de férias e mesmo tendo é o meu direito, e merecido, e nem que as vacas de quatro patas fizessem o pino e ladrassem que nem cachorros gigantes me impediam de ir de férias. Mas tenho que confessar que a parte de sobre carregar os colegas corresponde, neste caso é a colega, só uma. Podia ser como no meu antigo cargo que eu sabia que ninguém ia fazer o meu trabalho e que quando chegasse estava fodida mas não, neste caso é mesmo porque eu sei a quantidade de trabalho que cada uma têm. Sei também que o trabalho das duas juntos mesmo nas alturas em que não é muito e que tudo está organizado e em dia é difícil. Não ajudas os chefes que parece que nestas alturas tiram os dias para estar ao telefone com conversas do isto-é-urgente. Mas enfim, estamos nessa fase, a sacana que foi de férias à dois dias já podia voltar, está mais que perdoada. A minha caixa de email´s está cheia e o telefone não pára e eu não me posso irritar. Não está fácil mas acho que já tenho na cabeça o lado mãe em que tudo é menos importante que a minha cria, assim sendo, eu digo que sim, peço para mandarem email não vá eu esquecer-me e resolvo quando poder, claro que o mais rapidamente possível mas sem stress. Depois fico com pena da pobre que quando voltar está tramada, mas foi ela mesmo que me disse para ir com calma por isso, vamos lá. E sim, vou de férias feliz da vida mas só daqui a 3 semanas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo