Um T1 para 3 = tristeza de uma futura mãe pseudófofinha-com-ideias-estudadas-e-mãos-de-artista

De 14/05/2014

Já vos disse que vou mudar de casa?
Ora pois bem, e eis que parece que á partida vamos para um T1, o que quer dizer que não vai haver um quarto a mais, ou seja nada de quarto para a pequena criatura e eu, qual mãe infeliz estou-me basicamente a cagar para o facto de ter que fazer as mudanças, de ter que arranjar caixas e pessoas para ajudar porque diz que não devo pegar em coisas pesadas, eu, tristeza em ser, estou preocupada e triste porque não vou ter um quarto a mais, logo eu que nem sequer estava á espera duma coisa destas, logo eu que nem sequer tinha pensado na coisa durante estes 28 anos de vida dei comigo a imaginar a coisa. Era pintar o berço do meu mano, sim porque o meu é lindo de morrer mas nada prático, branco, tudo em branco e depois os pormenores, azulão e vermelho vivo para menino, prata e lilás para menina, a minha barriga de gesso a um canto em modo candeeiro de pé alto, umas prateleiras para dar o jeito, um muda-fraldas/guarda roupa, um espelho grande e um cadeirão de braços altos, aquelas luzes de presença em forma de coelhinhos iguais ás que dei á minha prima para a miúda em homenagem a Marley o conilinho, se fosse um quarto grandinho punha uma cama individual (não sei porquê acho que era capaz de dar jeito) e claro o almofadão de 'Pipas Maria a condizer com os lençóis da crias (está tudo vivo ou já morreram de pirosise aguda?).
E é então que me deparo com a imprevista possibilidade de ir a principio parar a um T1 e não sei se é por ainda não estar bem apurada que a única coisas que penso, para além do não-vou-ter-um-quarto-piroso, é:

-Não vou ter espaço no meu quarto, vou ter que levar com um berço de metro e meio empastado numa parede e andar á porrada comigo própria para conseguir mexer-me, e não me venham com a ideia do a criança deve ficar no quarto dos pais porque dá mais jeito e ficas mais perto...o caralhinho para o raio da ideologia (sim eu sei que me vou arrepender, mas preciso de libertar hormonas), euzinha não fiquei no quarto dos meus pais mais que um mês, e não havia cá aquelas coisas que as crianças choram de um lado e se ouve do outro (sim a primeira prenda da cria foi um intercomunicador gift from my very wise mom), estou vivinha e recomendou-se durante muito tempo porque eu cá com 4 aninhos dava beijos a todos e ia lavar os dentes e enfiar-me na cama, SOZINHA!
E depois uma gaja quer das uma, ou duas, como é que é, eu não gosto de espetáculos, já me chega ter que ficar de ouvido de pé coladinho ao intercoiso não preciso de ouvir os berros em directo.
OHum!!
Vou ali chorar uma bequinha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo