Um dia eu contei-te um segredo #1

Sexta, 11/Abril/2014

-Bolas que já me dói as costas á uma semana.
-Mas dói como?
-Aqui no fundo das costas, eu sei que não é a hérnia, mas também não é nos músculos, não sei bem...
-Não estarás grávida?

(O.O)

oi?


Vai na volta e acho que não!
Não estou atrasada.
Dói-me as mamas, tipo bué, mas é normal dado a altura do mês (se calhar não é normal doer tanto).
Volta e meia fico sem filtro...mas eu tenho mau feitio não é mesmo?!?
Não!


Mas olha que era fofo, nós até faz anos de namoro no domingo...
Pronto está bem, eu vou lá a cima, compro um teste e a prenda dele e pronto, escuso de ficar com isto na cabeça, olha a parvoeira!
Mas e se der positivo (não vai dar, porque raio haveria de dar?)
Bem agente compra o teste, e uma coisa de bebé não vai na volta, porque depois amanha já temos coisas combinadas e não dá jeito estar a comprar...sim eu fui a pessoa que foi á Zara comprar roupa de bebé e perguntou se dava para trocar por roupa de homem, não fosse dar negativo, não tinha graça nenhuma e Ele ficava sem prenda.
Fui também a pessoa que foi á farmácia e compra uma escova de dentes e um teste de gravidez.
Fui aliás a pessoa que como já tinha feito imensos teste destes (not) descobre que com a urina da manhã era melhor.

(estão todos bem aí?)

Sábado 12/05/2014

Na manhã seguinte pessoa acorda, vai mijar para um copinho não correndo assim o risco de acertar em tudo menos no que era importante, e nas calmas lava os dentes e tal...ATÉ QUE LHE PARECE QUE ELE ESTÁ A VIR DIREITO Á CASA DE BANHO...pânico...arruma o dito copo e quando vai arrumar o teste...




...OHOUH!!!
...OH SWEET MOTHER OF JESUS!!!
...Maria Carpideira, como raio é que deixas-te isto acontecer??

E ali estava ela, com o teste á frente, mão fria na parede (na verdade acho que toda ela estava empalhada na parede), com aquele instantâneo pensamento...estás tão fodida!!

E o que é que Maria Carpideira faz?
Vai tomar o pequeno almoço, claro está, todos sabemos que eu não funciono sem comer.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo