Coisas que me podiam ter dito #3


Senso comum é saber que grávida têm um nariz mais sensível.
O que não pensei ser assim provável, sabe-se lá porquê, foi que os produtos para grávidas provocassem a mesma reacção "alérgica" que o mais rasco (ou não) dos perfumes.

Vai que Maria Carpideira no alto do seu desagrado olfactivo, resolve ir ao supermercado e a meio das compras já se sentia toda feliz porque, apesar de estar cheia de fome, consegui pela primeira vez em...ok, pela primeira vez, ir a um supermercado e reduzir-se à sua lista MENTAL :)
Vai na volta resolve que se calhar era altura de pensar em comprar um creme para as estrias e tal, vai disparada à parafarmácia e escolhe, escolhe e fica pela primeira ideia, Mustela, sim eu sei que o Barral é bom e mais barato (não posso dizer que não porque não experimentei) mas pessoa têm manias com cremes e afins e a Mustela foi segundo consta o meu primeiro creme e usei a água de colónia até aos 12 anos, adoro o cheiro (estão a ver ao que é que a pequena criatura vai cheirar né?) dai pensei, oh deve ter aquele cheirinho bom e tal, e ainda por cima estava uma promoção do creme e do óleo por 25€. Compro e venho toda feliz para casa, até que chega a hora de aplicar, aí lembrei-me que não sou muito fã de óleos "oleosos", se é que me intendem (não pois não) e o dito creme têm um cheiro intenso, de tal maneira que o meu dilema diário está entre o vamos-usar-muito-de-uma-vez-para-se-gastar-rápido, o hoje-é-só-mesmo-o-necessário e o agora-vamos-a-correr-para-a-cama-e-escondemos-o-corpinho-nas-mantas-para-não-sentir-o-cheiro.
E sim, já descobri que existe um sem cheiro, pena é que foi tarde.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo