O meu 1%


Digo e está aprovado pelos elementos masculinos que me acompanham diariamente que o meu cérebro deve de ser tipo 90% masculino.
Não tenho propriamente o habito de andar sempre em lojas, nem de me fazer mostrar, nem tenho aquele grupo de amigas chegadas, enfim, não sou a típica gaja.
Mas, pessoas, eu não deixo de ser gaja, e tenho aquilo a que hoje em dia se chama o meu 1%.
Este 1% quer dizer que volta e meia arruíno o meu salário em roupas e cremes, que passo umas belas horas a fazer as unhas e a arranjar o cabelo, que cusco a vida dos outros e claro, aprecio a estupidez das pessoas que não gosto.
Agora que estamos apresentados vamos lá a isto.
Existe uma coisa que me têm dado pano para muitas mangas compridas, e esta coisa chama-se infidelidade.
Pois bem, eis que se passa algo que traz o meu 1% ao de cima .
Pessoa casada anda enroscada com outra pessoa e a olhos de toda a gente que queira ver.
Eles é passeios e saídas á cara podre, conversas que só gente parva não percebe e olhares descarados que fazem até rosar as pedras da calçada. A parte que me deixa a pensar não se depreende com a dita infidelidade em si, isso é como o outro, cada um sabe de si e eu nada tenho a ver com isso, a parte que me arruína os outros 90% é o tipo de pessoa que o faz, ou seja, aprumadinha, com a mania dos bons costumes e supostamente criada nos bons princípios sociais, daquele género de pessoa que fica chocada com um bâton vermelho a dia de trabalho ou uma saia um pouco mais a cima do joelho (mas no entanto usa collants com t-shirt comprida, sim, collants). Falamos daquele género de pessoa com o nariz empinado e mania de perfeição, que gosta de dizer que usa calças 34, anda com as etiquetas á mostra, diz que foi jantar a X sitio e quanto pagou, acrescentando ainda que jantar para 2 por 100€ é barato.
Ou seja, eu não gosto da pessoa, ponto.
Não gosto ao ponto de ficar de trombas quando a sinto perto e enervada quando dou pela sua voz.
Não gosto da pessoa porque é má e falsa e só olha para o próprio umbigo.
E é isto.

P.S.- Um dia apresento os 9% que faltam...tenham medo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo