Aos apêndices da minha vida



A quem possa interessar aqui fica a ideia do que é um apêndice nesta minha consciência.
O apêndice até pode ser aquele órgão com quem se pode perfeitamente viver, é uma realidade, é até aquele órgão que pode dar uma grande dor e problemas, é também o órgão que se rebenta nos pode matar em segundos...podemos viver sem ele sim, ás tantas até é mais seguro viver sem ele mas a realidade é que não deixa de ser parte de nós, está cá dentro, levas o dito para todo lado assim como levas o coração ou os pulmões. Pode sim ser dispensado mas não era a mesma coisa, acabas por tomar tão bem conta dele como do resto de ti, habituas-te a que ele lá esteja e se o tiveres de tirar ele deixa uma bela duma marca.
Quero com isto dizer aos apêndices da minha vida que quando vos chamo assim é com todo o carinho, quero que saibam que vos estimo a vocês como estimo todos os meus outros órgãos e que embora possa viver se vós, tenho a certeza que me iam marcar para sempre, que me ia doer não vos ter perto e que gosto de vocês porra!!!

Afinal de contas, também eu sou A apêndice de alguém :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo