Parque Nacional da Gorongosa

Pondo-me a pensar nas coisas que quero fazer um dia vêm-me várias coisas á cabeça mas ultimamente não sei bem porquê ando extremamente encantada com esta. Tudo começou algures no tempo não sei bem quando mas aparentemente mais ou menos desde 2007 altura em que sem querer, mesmo sem quer visto que não costumo ver nada no canal público, vi isto...


Achei lindo, um conceito maravilhoso e uma esperança de um mundo melhor onde se preservam as coisas que realmente interessam e claro, bichos, bichinhos e bichetos. Pensei, "quero ir ali! quero mesmo muito muito ir ali! ir ver os leões e os elefantes e os bichos que ainda nem nome têm e que só se encontram neste lugar". Lembro-me de tentar saber onde fica ao certo e como lá chegar, fiquei pelo avião, o preço das viagens não é uma coisa fácil de atingir mas a ideia ficou.
Uns tempos depois resolvi ir cuscar o site http://www.gorongosa.org/pt preenchi a coisinha para começar a receber as notícias do parque e de cada vez que que aparecem no email é fenomenal, eles é com formigas especiais, insectos descobertos, árvores novas, menos caça e desflorestação, mais educação e mais sitio onde ficar e programas desejáveis para visitantes, vale a pena seguir só para dar de comer aos olhinhos.

Um belo dia apanhei isto a dar na tv...


Lá veio a ideia outra vez, comecei a dizer ao outro dúpede cá de casa que queria que ele me levasse lá e a enviar-lhe as notícias do parque, aparentemente e sem dar por ela ele achou graça á ideia, sem eu contar até enviou email's para o parque a perguntar os preços da estadia (cerca de 100€ noite), que por acaso até achei que seriam bem mais caros mas mesmo assim não é barato para as nossas contas, até andamos a ver os preços da viagem novamente, mas claro está, continua a ser puxado.
Ainda não desisti, quero mesmo muito ir lá, ter uma noção de como as pessoas vivem e sentir-me tocar por outras realidades, poder ver mesmo ali pertinho e em liberdade uma meia dúzia de espécies sabendo que elas ali vão continuar protegidas e intocáveis.

Por isso UM DIA EU VOU AO PARQUE NACIONAL DA GORONGOSA

Entretanto, se por acaso alguém que já lá tenha ido queira dar uma ideia de como fazer, onde ficar, o que é preciso etc, agradecia todas as informações.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo