Carpideira Eufórica requer apreciação

Uma pessoa escolhe um nome para um blog, descobre que é difícil, anda 2 dias a pensar na coisa e a pesquisar como o deve fazer para ser apelativo e ter algum fundamento pessoal, dá um passeio com o sr.Google para não copiar nomes já existentes e finalmente dá á luz qualquer coisa que ACHA que soa bem, ACHA que lhe faz sentido, ACHA que os outros vão gostar e ter curiosidade, ACHA, e deixa de achar quando um belo dia alguém lhe pergunta algo do género:

-Mas porque é que escolhes-te esse nome? o que é que isso quer dizer?
-Então (uma gaja tenta explicar mas basicamente pelo dicionário quer dizer)

"carpideira
(carpir + -deira)

s. f.
1. Mulher a quem se paga para prantear nos enterros.

2. Mulher que tem por hábito lastimar-se.
3. Lamúria, choradeira.
4. [Brasil]  Máquina agrícola para capina de plantações, também chamada capinadeira."

-Mas tu não te lamentas com aquilo que escreves!!e eufórica?!?!
-Eu queixo-me o que vai dar ao mesmo, escolhi o nome Carpideira Eufórica porque queria duas palavras, fortes, de tradição portuguesa, não queria estrangeirismos, e depois de optar por carpideira tive necessidade de combinar com alguma coisa menos mórbida e triste, alguma coisa feliz mas FELIZ é muito vulgar, e embora a minha euforia seja contida aos olhos do leitor quando engato na escrita só se ouve as teclas, ás vezes tenho a noção que as mãos andam mais rápido que o pensamento ou seja entro em euforia.
-Não gosto!
-Então porquê?
-Faz lembrar os funerais e tu não és assim, devias de mudar o nome, "X" tinha um nome diferente no blog e depois mudou!
-Mas eu não quero mudar, gosto deste nome, identifico-me
-Mas já viste, ninguém sabe o que isso do carpideira quer dizer
-Mas eu não tenho culpa disse e pode ser que alguém se questiona e queira saber o que quer dizer, estou a ajudar as pessoas a ficarem mais cultas!!
-Mas porque é que tu tens de contradizer o que eu estou a dizer?
-Não estou a contradizer estou a defender a minha ideia, respeito a tua opinião mas eu não escolhi este nome como quem escolho o "doces amargos" ou "um fio na cueca" (peço desculpa aos possíveis detentores desses blogs, se eles existirem) eu ponderei, estabeleci uma ideia e decidi por aquilo que achei cumprir os objectivos!
-Está bem então! Mas devias perguntar ás pessoas se gostam ou não...
...
...

A conversa prolongou-se por algum tempo, eu acho que me expliquei mas um dia passado pergunto-me:
Terá algum fundamento?
Estarei eu assim tão enganada e devia mudar de nome?

Pessoas, é assim tão mau ou sem sentido?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo