A bad boss #1

Sim ainda estou no local de trabalho...sim estou na pausa para o vou-só-descansar-um-bocadinho-a-vista-antes-que-fique-mesmo-cegueta.
E ainda estou no trabalho porque o meu colega está de férias e como somos só três na minha área isso quer dizer que sobro eu e o coordenador. Com isto quero dizer que sobro eu. Hoje da parte da manhã fui umas 8 vezes à porta, dessas 8 vezes o barrigas continuou sentado no seu lugar e ainda tinha a lata de ao ver-me sentada cheia de etiquetas e afins me gritar o outro lado do vidro "Carpideira, a porta!!!" como se eu fosse surda, claro está que tinha de orientar tudo o que chegava. Não deu para me concentrar a fazer nada como é óbvio e á hora de almoço ainda me diz "ainda só fez isso?". Durante a tarde a mesma coisa e o serviço a acumular...á hora de dar a fuga lá foi ele, qual não é o meu espanto quando chego á minha quase limpa secretária e taram!!! mais merda para eu resolver, merda essa que ouvi uns e outros a mandar vir porque alguém (não eu) tinha feito mal. E pronto, cá estou eu a estas belas horas, com o jantar em casa na mesa. Mesmo assim dá a fuga e deixa-me sem informação concreta do que é para fazer, simplesmente abandona as coisas e pronto, agora safa-te, e ainda deve ir a rezar para eu não me safar como devia para poder mandar vir no dia seguinte...como não me deixou as informações todas vou ter de ir embora sem concluir todas as tarefas...o que quer dizer que á manhã me vai perguntar o porquê!!!
E é isto...vou dar a fuga que ninguém me paga as horas extra!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo