Escrever com o João Pestana.


O normal é eu ter muito que dizer durante todo o dia. O normal é uma pessoa chegar a casa cansada e ainda ter de cozinhar e tratar da casa. O normal é uma gaja depois de ter tudo feito (dentro do possível) ter sono e ir para a cama e dormir. Bolas, é incrível como esta gaja todos os dias se sente anormal assim que bate a cabeça no travesseiro (e o quando o levanta mas isso já é outra conversa). É que esta gaja que achou um certo dia que era boa ideia bater de novo na coisa de um blog, sim, aparentemente não tenho mais nada com que me coçar, ainda decidiu consigo mesma que o mínimo seria um post por dia, como está visto não dá. A pior parte, do meu ponto de vista, é que o meu problema não passa por não saber o que dizer, o meu problema é que só tenho a brilhante ideia quando fico com sono, não sei explicar, tive um professor que nos aconselhou a ter um bloco de notas na cabeceira porque as boas ideias surgiam na fase antes do sono e até mesmo no sonho e assim não era necessário procurar lápis e papel, pois devo ter ficado com a informação (que pude comprovar ser verdade) retida no sub campo mesmo entre o "vou dormir" e o "estou a sonhar". Às vezes é difícil acompanhar o meu próprio raciocínio porque não consigo escrever tão rápido quanto penso e perco-me entretanto e depois tenho de ler a ultima frase para voltar ao sitio mas a verdade é que estranhamente gosto de escrever com o Joni P., o gajo é simpático, um bocado tralharoco mas simpático. Existe ainda a complicação de só ter vontade durante a semana, ou seja, quando dá mesmo jeito tendo em conta que tenho de acordar cedo para trabalhar no dia seguinte, mas á sexta e sábado, dias em que poderia ficar horas seguidas nisto, não pá, nem vontade, nem inspiração, nem Joni, nem tão pouco Pestana,...,estou em crer que deve ser do cansaço de o ir fazendo durante a semana, as horas de sono a menos e as complicações do trabalho, tudo junto,..., isso ou a minha veia do contra que anda a ver se me mata pelo cansaço, enfim, alguma coisa deve de ser...
E pronto é isto, hoje foi isto, vou tentar convencer a melécula a dormir (vêm ali um gajo de boxer's). 
  
AH!!

P.S.: Tentei encontrar uma foto adequada do dito João Pestana e nada, nadinha (começo a não gostar de ir todos os dias para a cama com um gajo que nem sequer sei como é).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Carpida á vontade que logo eu vejo