Coisas que a iam deixar feliz #2

E estas coisas maravilhosas e super fofas que a vertbaudet tem em promoção e que iam ficar mesmo, mas assim mesmo muito bem cá em casa?
Aproveitam estes saldos de meia estação porque decididamente são mesmo para isso.

Eu, Maria carpideira


Este blogues faz 4 anos hoje!
Vá, tudo a cantar os parabéns à pessoa!!

Estava aqui eu a pensar bem o que devia fazer para vos alegrar a vida e resolvi matar a vossa curiosidade em algumas das questões que vocês volta e meia me fazem e que vou respondendo em privado, essencialmente porque no inicio deste blogue, isto que se faz e fala aqui, era anónimo. Visto que todas as "minhas pessoas" já sabem desta existência, os colegas de trabalho leem isto tudo e nada dizem sim eu sei que andam cá e nem um like, vergonhoso, os conhecidos topam-me a milhas e há pessoas que não conheço de parte alguma e que me pedem dicas no corredor das fraldas, podemos concluir que a parte do anónimo já lá vai à algum tempo.

Como assim sendo, 10 coisas sobre este ser que grande parte de vocês não sabem:

1 - Olá, o meu nome é Tatiana, o meu companheiro chama-se Gil sim, Gil não é apelido, temos 31 anos, continuamos no estado noivos pecaminosos que vivem juntos e procriam. A cria é Carlota. A cadela é mesmo Goa e o gato chama-se Miu ou Miau, ainda estamos para perceber.

2 - Quando criei este blogue vivia em Lisboa, vivemos lá quase 9 anos, depois voltámos para Aveiro. Eu e a Carlota somos ceboleiras, o Gil é profeta, que é como quem diz que veio de Porto Santo, mas vive infiltrado em Aveiro desde pequeno.

3 - Fiz design de comunicação e depois de joalharia, sim, é isso mesmo, existe por aí uma outra página de nome Moutil onde podem ver alguns dos meus trabalhos, apesar de estar super-hiper-mega desatualizada.

4 - E o que é que a pessoa faz? a pessoa é secretária numa daquelas empresas do demo, maior que meio mundo, com a mania que é a melhor do mercado mas que no fundo a melhor coisa que faz é deixar os funcionários cada vez mais descontentes a cada ano que passa, pois, nada a ver!

5 - Tenho rinofaringite alérgica cronica, o que é uma maravilha. Ando também a tentar controlar uns quantos problemas com a ansiedade, a coisa é brava, vale tudo, o ginásio, meditação, medicina alternativa, vale tudo menos medicação, odeio ter que tomar medicamentos, o que não dá jeito nenhum a um ser que tem enxaquecas desde os 15 anos, regra geral, não tomo nada porque vai passar, não passa, agrava e pimba, já foste.

6 - O meu destino de sonho é a Índia, era um mês de mala às costas, tenho a certeza que ia ser muito feliz. O que me cativa no que toca a viagem é a diferença cultural, gosto de ser surpreendia, na comida, na cultura, com as pessoas, é como um jogo mental onde tento colocar-me na posição do outro sendo o mais imparcial possível.

7 - Odeio o ginásio, apesar de ter que dizer que me sinto bem no que frequento e que sinto a falta de lá ir, sim pessoas, é o Apocalipse a chegar. Não me inscrevi para emagrecer, fui porque tive a noção que não tinha a elasticidade nem genica para correr atrás da minha filha, chegando lá percebi que metade mim era gordura e que era fixe para combater a ansiedade...MAS eu odeio cada minuto em que tenho que lá ir.

8 - Quando era mais nova, mais ou menos na época em que os dinossauros percorriam a terra, o médico de família receitou-me cenas para ter mais apetite, nunca as tomei porque a minha mãe não quis ir à falência enquanto sustentava uma trituradora com pernas, ou seja, era magrinha, as pessoas mandava sempre a boca do "os teus pais não te dão de comer!". Entretanto comecei a tomar a pílula e SHARAM chegaram as mamas e ancas a afins e esta pessoa fez uns quantos trabalhos como manequim, catálogos de lingerie e umas quantas outras coisas giras.

9 - Comecei a ganhar algum dinheiro por conta própria por volta dos 11 anos, a minha madrinha enviou-me contas e missanga e eu fiz umas coisas para mim que as colegas gostaram e comecei a vender, das contas passei para a cerâmica plástica, trabalhei em bares, restaurante, animação, numa loja de decoração, fiz durante 5 anos feiras de artesanato. Não gosto de estar parada, tenho uma extrema necessidade de criar e transformar, usar as mãos, amo os DIY do Pinterest.

10 - Escrever é uma coisa que me é fácil, uma coisa que necessito de fazer, que me acalma, gostava muito muito de ter mais tempo para o fazer, de não ficar dias sem dar noticias, de vos apresentar ainda mais coisa, de não ter umas 30 publicações rabiscadas super atrasadas, mas pronto, é isto que vocês tem.

Nada disto vos vai fazer mais feliz mas ao menos ficam com mais algumas ideias, mais perguntas digam que eu hoje estou disposta a contar.
Agora, posso pedir prenda não é?
Vocês sabem, eu peço sempre o mesmo, deixem-me ser feliz e partilhem a loucura que aqui vai, sim?

Moja a #1Bicha

Antes de vos contar isto, talvez seja melhor lerem esta publicação e mais algumas que possam encontrar neste blogue sobre esta gata a quem chamámos Moja, 'Sinhas de diminutivo, por vezes Sissa ou Achinhas, tudo o que fosse seguido por um PETCHPETCHPETCH servia principalmente se envolvesse comida.

 

Sobre as novas Dodot Azul

Tive a oportunidade de experimentar nesta bunda gostosa cá de casa as Dodot Azul com a sua nova tecnologia através da campanha Trybe de que vos falei .
Esta tecnologia é semelhante à que também tínhamos testado nas Dodot Activity, utilizam os 3 tubos internos.



A cria cá de casa estava a acabar uma embalagem e eu já tinha decidido que o próximo pacote iria ter que ser do tamanho seguinte visto que o que tínhamos a uso já não dava nem para as pequenas mijinhas. Pois que nos enviaram precisamente o mesmo tamanho e foi a melhor coisinha que poderia ter acontecido para esta comparação ser perfeita. 
Constatamos que os tais tubos fazem a diferença, o mesmo tamanho, das mesmas fraldas e as novas não só aguentam as mijinhas como lhe colocámos uma para a noite, confesso que escolhi o dia antes da nossa fada do lar cá vir porque achei mesmo que ia correr mal mas apesar de a fralda não levar nem mais uma pinga não houve acidentes :)
Podemos então concluir que esta tecnologia é efetivamente um avanço que vai muito para além da publicidade e marketing.
Aqui já não se usa fraldas durante o dia, incluindo a sesta, vamos acabar esta embalagem e passar as cuecas fralda para a noite e esperamos que a ser preciso esta ultima etapa por mais tempo do que o esperado, a Dodot coloque uns tubinhos nas ditas cuecas.